top of page

Entregue soluções a partir de parcerias estratégicas e inclusão digital


Ilustração mostrando diversos profissionais colaborando em torno de uma mesa digital de alta tecnologia, simbolizando parcerias estratégicas e inclusão digital em um ambiente moderno e futurista com uma paleta de cores de azuis, cinzas e brancos.

Seu modelo de negócios não precisa inovar apenas em serviços e/ou produtos.

Há muitas maneiras de entregar soluções fora da caixa se você combinar inclusão digital e contatos da sua rede.


Há aspectos internos e externos do seu empreendimento que podem ser aperfeiçoados para agregar diferenciais competitivos.


Parcerias e trabalho colaborativo entre organizações servem como uma poderosa diferenciação interna do seu negócio, por exemplo. A combinação entre atividades empresariais executadas em rede e inclusão digital pode impactar positivamente o mercado.


Todas as partes interessadas da rede ganham! Lendo este texto, você vai descobrir como a atuação em rede pode significar inovação e vantagens compartilhadas.


Por isso, serão expostas as ideias do livro "Os Dez tipos de inovação: a disciplina de criação de avanços de ruptura”.


Os autores Larry Keekey, Ryan Pikkel, Brian Quinn e Helen Walters citam os 10 possíveis tipos de inovação. A partir dessa definição básica, você vai entender como a atuação em rede e inclusão digital podem ser alinhados.


Siga com a leitura do nosso blog e seja a solução que o mercado demanda!


Como inovar em rede?


Nesse mundo tão conectado e competitivo, é imprescindível e inevitável falar sobre redes de contato empresariais. Sendo assim, quais os critérios que uma empresa deve levar em consideração para consolidar parcerias e partilhar ganhos em rede?


O livro "Os Dez tipos de inovação: a disciplina de criação de avanços de ruptura” fornece algumas pistas.


Nenhum negócio pode trabalhar sozinho, pois está em constante relacionamentos com outras organizações. Esses relacionamentos permitem inovar através de uma rede de contatos.


Dessa forma, marcas, processos, produtos, serviços,  tecnologias, canais de mercado são exemplos de recursos que podem ser compartilhados. 


Essa colaboração permite otimizar pontos fortes internos e tirar proveito das capacidades de outros parceiros empresariais. O trabalho em rede ajuda times empreendedores a correr menos riscos quando almejam desenvolver soluções para o mercado.


Afinal, é como se esses mesmos riscos fossem compartilhados, minimizando a possibilidade de falha.


Esse modelo de atuação em rede pode ser formado entre parceiros empresariais ou concorrentes. Além disso, a duração dessa ação pode ser breve ou duradoura.

 

São exemplos dessa abordagem para a inovação aberta:


  • terceirização em massa;

  • premiar equipes externas que trazem ideias para desafios empresariais;

  • criar mercados secundários para conectar clientes alternativos;

  • franquias para compartilhar ideias, capacidades e conteúdos de uma empresa para parceiros pagantes.


Dessa forma, a inovação em rede consistem no uso de tecnologias da informação, parcerias, associações, relacionamentos externos e afiliações.

Como identificar possíveis formas de inovar em rede? As questões a seguir ajudam nessa tarefa:


  • O seu empreendimento trabalha com parceiros para desenvolver propostas que estimulem mudança nas operações empresariais?

  • Sua empresa apoia propostas de outros parceiros fornecendo processos, canais, ativos, marcas e outros recursos exclusivos?


  • Sua organização fomenta parcerias incomuns?

Por exemplo: parcerias com instituições que não estão relacionadas diretamente com sua atual atividade ou com algum concorrente.


  • Sua empresa colabora com clientes e/ou fornecedores para desenvolver, testar e promover novas soluções?


O livro cita o exemplo de um empreendedor pioneiro na franquia de restaurantes, Howard Johnson. Ele abriu 150 franquias no ano de 1941. O sistema implementado exigia que operadores independentes pagassem uma licença para usar marca, comida, design físico e primeiro do restaurante. 

 

Esse fato estimulou o crescimento da cadeia de restaurantes a partir de custos e tempo reduzidos. 


Como a inovação em rede se combina com inclusão digital?


Se seu site for acessível para pessoas com deficiência e outros perfis diversos, seu empreendimento ganhará maior desempenho financeiro.


Além disso, ele conquistará maior relevância digital, autoridade e credibilidade.

Dessa forma, se seu empreendimento inovar através de uma rede empresarial, seus contatos ficarão estimulados a adotar sites acessíveis.  


Uma mesma empresa pode ativar o engajamento de muitas outras partes interessadas.


Um número maior de organizações fornecerão jornadas digitais acolhedoras e inclusivas. Uma diversidade incrível de públicos será beneficiada com a adoção de recursos de acessibilidade digital.


Dessa forma, seus parceiros e contatos conquistarão melhor desempenho financeiro, confiabilidade e boa reputação digital. 


A acessibilidade digital é fundamental para que um mercado maior saiba sobre sua solução cocriada em rede. Com essa conexão fortalecida entre inovação, rede e clientela, os riscos serão minimizados.


Novos produtos e serviços serão validados com maior facilidade, pois essas soluções estarão disponíveis para um público maior.


É um ganho para toda a rede.


O que você pode fazer pela sua rede e sua clientela?


A Startup Perto Digital fornece uma gama de recursos e ferramentas para que sua empresa adote a acessibilidade digital. Desse jeito, você pode fornecer uma experiência digital mais qualificada, intuitiva e simples para a pessoa usuária.


Usando a nossa tecnologia, você poderá agregar um enorme valor para a sua rede e a clientela.


Converse com nossa equipe e venha conhecer nossa proposta de valor.


Comentarios


© 2024 Perto Digital. Todos os direitos reservados

bottom of page