top of page

Como implantar boas práticas inclusivas na sua empresa?


Arte em 2D com diversas peças de quebra-cabeça com mãos segurando.

O propósito deste texto é fornecer insights para que seu empreendimento implemente boas práticas inclusivas.


Por isso, este artigo está dividido em quatro partes:


  • demandas por práticas inclusivas;

  • práticas gerais em acessibilidade;

  • estratégias para a promoção da inclusão digital;

  • uma solução sob medida para sua marca ser mais inclusiva no ambiente digital.



Por que práticas inclusivas são requisitadas pelo novo contexto econômico?


Toda a prática inclusiva está apoiada em objetivos bem específicos.


Assim, empresas podem direcionar a execução desses planos e conectar a marca com as necessidades das pessoas com deficiência.  


Afinal, o tema inclusão está conquistando um espaço bastante relevante no contexto brasileiro e internacional. 


Isso acontece por vários motivos:



Conheça mais sobre Acessibilidade e ESG.


Esses e outros motivos estimulam empresas a adotar uma nova postura diante do mercado. Tal novo perfil de empresas dedica uma atenção toda diferenciada para atingir a vida das pessoas.

A acessibilidade se torna mais do que um diferencial competitivo e inovação mercadológica. 


Ela vira parte da experiência de consumo oferecida pela marca empresarial e uma maneira de expandir a transformação digital.


Quais as práticas inclusivas gerais?


Empresas podem adotar práticas inclusivas em vários aspectos da realidade organizacional. São alguns exemplos:

  1. Comitê de Diversidade & Inclusão ou alguma outra equipe focada em pautas sociais. É a priorização do pilar Social do ESG;

  2. Ambientes físicos adaptados para incluir a diversidade;

  3. Criação de vagas afirmativas para incluir pessoas com deficiência;

  4. Oferta de planos de carreiras para colaboradores com deficiência;

  5. Contratação de pessoas com deficiência para cargos de liderança;

  6. Implementar políticas corporativas de acordo com a legislação. Um exemplo é a Lei Brasileira de Inclusão.

A gestão de talentos demanda uma análise específica. Exemplos de práticas inclusivas adequadas para o trabalho em grupo são apresentados a seguir: 

  1. Muitos times empresariais são compostos por 5 profissionais para alcançar agilidade na tomada de decisão. Equipes de acessibilidade digital podem reunir áreas como:

  •  TI;

  • UX/UI;

  • Design;

  • Desenvolvimento;

  • Produto digital.

  1. A área de Recursos Humanos desempenha um papel imprescindível para alocar cada pessoa de acordo com o talento dela. Para tanto, os especialistas dessa área devem estar atentos aos pontos falhos da seleção e desenvolvimento de pessoas. Por exemplo: será que a gestão de talentos contempla todas as diferentes necessidades dos colaboradores com deficiência? Identificar se há alguma tendência a preferir sempre os candidatos com perfil parecido é uma outra boa estratégia. Afinal, só pode existir diversidade com uma reflexão crítica a respeito dos pressupostos e princípios do trabalho executado pelos gestores.

O artigo sobre vieses inconscientes ajuda a pensar sobre as ações do RH.


Como alinhar sua marca com as boas práticas inclusivas no digital?


Boas práticas promotoras da inclusão digital precisam ter impacto bem significativo e objetivos bem definidos. A acessibilidade digital precisa permear e estar em todo o ciclo de vida do produto. Um site, por exemplo, já deve incorporar estratégias visando a inclusão desde a concepção. Por isso, sua experiência digital deve sempre cumprir os requisitos da LBI, assim como envolver colaboradores e consumidores com deficiência. Todos os departamentos corporativos devem estar alinhados com o compromisso de entregar acessibilidade digital. A alta liderança deve executar um trabalho visando educar e semear a consciência dos times.


Políticas empresariais claras e consistentes podem direcionar esforços coletivos nestes aspectos e sentidos. Reservar um orçamento específico para investir em inclusão digital é outra boa prática.


Afinal, a entrega de boas experiências digitais requer alocar inteligentemente as finanças.


Na etapa da pós implementação, a continuidade do projeto e das boas práticas devem ser promovidas pelos times. Por isso, enfatizar o engajamento, o uso de métricas e avaliação de impactos deve ser atitudes constantes.


Registrar e avaliar acertos e pontos de melhora também pode ter uma grande relevância no sucesso do projeto.


As soluções do Perto Digital complementam suas boas práticas!

As ferramentas entregues pelo Perto Digital otimizam os resultados das suas boas práticas e da acessibilidade no online. Com nossos produtos, seu usuário pode converter conteúdo em áudios, o que facilita a interação com as informações. Sua equipe pode converter arquivos em pdfs acessíveis para aprimorar a comunicação.


Temos recursos para simplificar os seus textos para impactar sua audiência. Oferecemos diversos plugins para agregar acessibilidade no seu site e uma solução específica para gerar textos alternativos.


Por fim, entregamos serviços para diagnosticar e monitorar a acessibilidade do seu site.


Invista em acessibilidade e nos diferenciais competitivos do seu sonho empreendedor. Converse com nossa equipe agora mesmo!




Comentarios


© 2022 Perto Digital. Todos os direitos reservados

bottom of page